Confira algumas memórias de ex-alunos do CTM

20/07/20


A história de uma instituição, muito mais do que sua linha do tempo, composta por sucessivas datas e marcos, é também a história das pessoas que dela fazem parte.

Para conhecer melhor o impacto da Fundação Salvador Arena na vida daqueles que participam diariamente de seus projetos, convidamos alguns ex-alunos do Colégio Termomecanica a compartilharem conosco as memórias cultivadas ao longo de sua trajetória na instituição.

“Eu fico imaginando, às vezes, os caminhos que a minha vida teria tomado se eu não tivesse entrado aqui no Colégio. Porque eu não sei até que ponto, em outros lugares, eu teria desenvolvido todas as competências que eu posso ter hoje, para ser uma profissional completa.” Angela Camargo Spineli, ex-aluna CTM

“Olhar para esse lugar sabendo que eu mudei tanto, e sabendo que muita da minha transformação é por conta desse lugar e por ter estudado aqui, é muito emocionante.” Beatriz Padadera Milatias, ex-aluna CTM

“A gente leva uma carga humana. Então eu falo que foi uma porta que talvez se eu não tivesse entrado aqui, muita coisa na minha vida não teria acontecido, então eu sou muito grata pela oportunidade de ter feito parte dessa Instituição que me trouxe algo que eu acredito que nunca mais vou esquecer. ” Carolina França Reis, ex-aluna CTM

“Desde pequeno, eu fui capacitado não só academicamente, como também socialmente, e eu aprendi a valorizar, ah, os conteúdos que eu aprendi aqui, eu aprendi a valorizar as pessoas e o esforço que elas fazem para oferecer tudo isso para a gente.” Douglas Roberto Joaquim, ex-aluno CTM

“Eu tenho um respeito tremendo pelo Colégio, adoro! Tanto que meu RM virou meu número para a vida, né?! Eu vejo em placas, eu vejo em número de casa, telefone, tudo que tem número que bate 585, eu sei que sou eu! ” Caio Gomes da Silva, ex-aluno CTM


• Confira mais fotos e atividades do colégio, no Instagram e no Facebook

Copyright © Colégio Salvador Arena | Gerenciamento de Cookies